Publicidade FENICS 2108 - RESERVE JÁ,JÁ, SEU STAND!  

PUBLICIDADE

COPASA - MONTES CLAROS
Inicio » Colunistas » Nilson Apollo » Coluna do Nilson Apollo – O cristo em cárcere privado

Coluna do Nilson Apollo – O cristo em cárcere privado

Coluna do Nilson Apollo – O cristo em cárcere privado

Ele abraçava a todos, alimentava aos famintos, libertava aos cativos de alma, frequentava os guetos, contestava as injustiças, conversava com os párias e ensinava aos desprovidos de conhecimento.   Para coroar sua nobreza, ele morreu pela humanidade, simplesmente por ama-la… Ele era  Jesus Cristo.

Psicólogo, Filósofo, Advogado,Médico, Alquimista, Príncipe, Rei, Mestre, estadista, embaixador, Alpha e Ômega… e muito, muito mais do que isso…

Sua perfeição e proposta de mudanças incomodou ao mundo e o sistema do mundo, fazendo com que O pregassem em uma cruz, como se aquilo fosse interromper sua missão…  Ledo engano, o efeito foi contrário a vontade dos governantes e aconteceu exatamente a vontade do Pai que o enviou – o ato de o prenderem no madeiro e o fustigarem até a morte fez com que dali irradiasse luz, que iluminaria toda a terra, dispensando para cada um dos que creem a centelha da luz Divina, introjetando a semente do Cristo nos corações… e marcando a toda a humanidade.

Em vida terrenal o Cristo propusera unica e exclusivamente uma mudança de pensamento e conduta, não uma religião…   Ele conversava com prostitutas, adúlteras, ladrões, desonestos, políticos, reis, pescadores e quem quer que fosse…

As multidões o seguiam, e Ele através de suas parábolas ensinava uma nova forma de vida, a conduta dos cidadãos de um novo mundo que há de vir… mundo este cujas regras são contrárias as nossas, pois ainda não nos desprendemos totalmente do reino animal… Somos raivosos, vingativos, primitivos e instintivos. Reagimos a qualquer tentativa de invasão de nosso território, matamos aos que nos oferece resistência ou ameaça… Desejamos a fêmea mais bela ainda que ela já esteja desposada de outro (e vice-versa), assim como cobiçamos bens alheios, desejamos mau ao próximo…toda sorte de sentimentos impuros.  Enchemos nos de gorduras, sobejos de nossas caças… E aí dos fracos e famintos que se aproximarem de nossos suprimentos, mesmo que não o comamos todo… somos egoístas.

E continuamos ainda mais egoístas, quando nos tornamos religiosos (no mau sentido da palavra), nosso egoísmo se estende a DEUS… Construímos “casinhas” e tentamos encarcerar ao filho de Deus dentro delas…  Marcamos hora pra nos encontrar-mos com Ele, cantamos lhe algumas canções, repetimos algumas ladainhas – que chamamos de orações- cumprimos alguns rituais, vestindo a roupa que julgamos ser a adequada para o momento, usamos o tom de voz cerimonioso e uso de oratória arcaica ( “Eis que te digo”) e pronto, achamos que já podemos O chantagear, pois, já cumprimos todo o ritual. Agora quero ser prospero, vitorioso e a garantia de um lugar no paraíso…  Pobre “cristo” da religião, cativo de fariseus… Mas esse não é o Cristo verdadeiro…

O Cristo verdadeiro, não habita em construção de pedras e barros, e muito menos marca encontro neste ou naquele lugar.   O Cristo habita nos corações, vai aonde bem entende, e faz o que bem quer, através daqueles que se dispõe a prestar-lhe culto, seja no ambiente de trabalho, sendo chefe ou subordinado, patrão ou empregado, preso ou carcereiro, transeunte ou gari…fazendo a diferença em qualquer lugar…   Esse é o propósito do Cristo, continuar em contato com os leprosos, encarceirados e perdidos, e quiçá atuando até nos cemitérios, como o fez na Palestina, mostrando assim que: Nada, nem localidade geográfica, hora marcada ou distinção de classes..serão empecilhos para Ele…

Ele não te pede um terno, um vestido reluzente, uma bata ou batina  para poder te contactar, muito menos exige uma hora marcada em um determinado local, onde como robôs nos ajoelhamos e enfadonhamente repetimos as mesmas rezas e canções, gritando ou pulando para alegra-lo… e satisfazer Sua vontade.

Dizem que deve ser assim, mas, eu por minha vez, julgo serem MENTIROSOS os que assim ensinam.   Querem patentear o agir do Cristo, engarrafar sua luz, e limitar suas ações…e assim marcarem as ovelhas com os ferros quentes de suas denominações e “modus operandi” das mesmas…

Dificultam o acesso, e impõem  pesados fardos aos lombos das já moribundas e claudicantes ovelhas.  Tosquiam lhe as lãs e comem lhes as gorduras, tomando lhes as finanças, o tempo em família, a força de trabalho e por fim os cativam, pelo medo ou culpa…      Cobram-lhes o que lhes seriam impossível de cumprir… Porém, de vez em quando injetam-lhes algumas doses de adrenalina e emoções, risíveis  ou chorosas – pão e circo.

Parem o show!! 

O Cristo é livre, Ele não pertence a um grupo restrito, e nem veste a roupagem que querem que Ele vista…

Está escrito:

“Se O filho vos libertar, VERDADEIRAMENTE sois livre”

Obs:

Não sou evangélico, nem católico,nem ateu, nem espírita, nem de qualquer outra  religião… SOU APENAS CRISTÂO.

Não tenho nenhuma pretensão secundária com essas minhas palavras…

E creio porque sou tão pecador, mas tão pecador, que nenhum desses rituais seriam capazes de me limpar… ahhh se não fosse  JESUS!…Esse fanatismo,rituais e cobranças de indulgencias já teriam nos exterminado…

Para reflexão..

 

Nilson Apollo Belmiro Santos
Nilson Apollo Belmiro Santos

Leia Também

Gastronomia - Receita de Maminha de forno com legumes assados

Gastronomia – Receita de Maminha de forno com legumes assados

* Por: Jornal Montes Claros - 24 de Maio de 2018. Gastronomia – Receita de …

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas. O espaço de comentários em nossos artigos é destinado a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não às pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou email válido).



2 comentários

  1. Bom dia! Quero parabenizar vc Nilson Apollo por esse texto fantaisco..e que sirva de crescimento para todos nos

  2. Bom dia Sr Nilson bonito texto parabéns…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *