PÓS-GRADUAÇÃO PUC MINHAS em MONTES CLAROS

Obtenha mais clientes com a sua ficha do Google
Inicio » Montes Claros » Cultura MOC » Entrevistas Sem Frescuras e sem Censura » Entrevista expositora do painel de Poesias Juca Silva Neto

Entrevista expositora do painel de Poesias Juca Silva Neto

Entrevista expositora do painel de Poesias Juca Silva Neto

Adilson Cardoso e um papo Poesia com Rita de Cassia

É no mês de agosto, Que temos grande festejo

Olho com muito gosto, Nosso lindo cortejo!

(Rita de Cassia)

 

Rita de Cassia
Rita de Cassia

 

O saudoso Jornalista e Teatrólogo Reginauro Silva, dissera em dia inspirado que  Montes Claros é a cidade da Arte e da Cultura. Há de concordamos que sim, apesar de o poder público investir pouco, o povo sustenta o bordão, e dia após dia feito flor que desabrocha, um novo talento surge. Nosso papo de hoje é com uma artista que há tempos milita na peleja arteira, seu nome é Rita de Cassia, com muito orgulho é poeta  Participante do Psiu-Poético e nesta quinzena de Junho expõe no Painel de Poesia Juca Silva Neto no Centro Cultural, também é festeira de Agosto no terno de São Benedito do saudoso Mestre Expedito e mãe de dois filhos.

Adilson Cardoso: Quem é a Poeta Rita de Cassia?

Rita de Cássia: Sou natural de Montes Claros, nascida e criada na Vila Guilhermina, desde criança gosto de ler, tenho fascínio. Passava  tardes na casa dos meus avós maternos, e sob a influência do meu avô Zeferino Guedes, tive os primeiros contatos com a literatura, pois ele era poeta cordelista. Além disso, ele me pedia para ler para ele e escrever seus textos, o que me aproximou muito da leitura. Hoje entendo que essa relação que ele construiu comigo influenciou minha escrita, pois o que mais gosto de escrever são Trovas e cordéis.

AC: Salão Nacional de Poesia Psiu-Poético?

RC: Sempre participo, já escrevi muitas poesias, gosto muito.

AC: Painel de Poesia Juca Silva Neto?

RC:  Este espaço tem grande importância porque possibilita aos escritores montes-clarenses mostrarem seu trabalho, é um grande estimulo e reconhecimento, e para a população a oportunidade de conhecer o quanto nossa cidade é privilegiada com valorosos escritores.

AC: Quem for ao Centro Cultural visitar sua exposição no Painel de Poesias vai encontrar o quê?

RC: Minha principal temática é a saudade, gosto muito de rememorar através da poesia momentos vividos, sensações, sentimentos. Falo de amor, amizade, são mais de 40 Trovas expostas com temas bem variados.

AC: O incentivo á arte em Montes Claros?

RC: Sobre o incentivo a arte em Montes Claros, acredito ser bem aquèm  do que a cidade merece,  existem muitas ações possíveis, para que a arte seja melhor valorizada.Acho que no decorrer do ano, poderiam acontecer mais eventos que promovam a interação com a literatura local, popular, tão esquecida ,e de beleza inigualável.

AC: Sobre a produção de arte na região?

RC:  Acho que falta um pouco de união entre os artistas, mas isso é fruto da falta de incentivo do poder público. E desanimador qualquer ação com vistas á arte em nossa cidade, os artistas acabam se absorvendo em seus cotidianos, com poucas expectativas, isso me entristece muito. Os eventos realizados se concretizam com muito sacrifício. Essa postura precisa mudar, para que as pessoas também entendam a importância da cultura para a  sociedade.

AC: Rita saindo um pouco da arte, vamos polemizar, nesta época de tantas discórdias por falta de paciência do ouvir, de se debater certos assuntos para o entendimento geral, Politica, Futebol e Religião se discute?

RC: Acho que política, religião e futebol se discute sim, por que não? debates saudáveis, onde possa haver troca de opiniões são poderosos aliados para a formação humana. Se há respeito pelos diversos pontos de vista, não vejo problema.

AC: Sua visão do atual momento Brasileiro:

RC:  Estamos vivendo um momento delicado no Brasil, onde infelizmente a população está sendo manipulada, são várias estratégias para camuflar a causa dos problemas que enfrentamos. O povo brasileiro sofre muito com tudo isso, as desigualdades só aumentam, nossos algozes cada dia se tornam mais poderosos. Precisamos aprender a avaliar a partir do que estamos vivenciando para entendermos quem são os verdadeiros culpados. Precisamos aprender a fazer essa leitura.

Adilson Cardoso: Valeu Rita, sua mensagem para os nossos leitores poetas,

  ” Que a  poesia possa nos alimentar a alma e encher os corações com toda sua beleza, entrelaçada em dias melhores”

 

Aviso: Nossos editores/colunistas estão expressando suas opiniões sobre o tema proposto e esperamos que as conversas nos comentários de artigos do JORNAL MONTES CLAROS sejam respeitosas e construtivas.Os espaços de comentários em nossos artigos são destinados a discussões, debates sobre o tema e críticas de ideias, não as pessoas por trás delas. Ataques pessoais não serão tolerados de maneira nenhuma e nos damos ao direito de ocultar/excluir qualquer comentário ofensivo, difamatório, preconceituoso, calunioso ou de alguma forma prejudicial a terceiros, assim como textos de caráter promocional e comentários anônimos (sem nome completo e/ou e-mail válido)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *